Eu sou a Cambria e trabalho na Emailage, sou a gerente de Customer Success aqui em Phoenix, Arizona. Vou contar sobre minha recente viagem para São Francisco.

Depois de algumas poucas reuniões, fui almoçar com um dos meus contatos, a Sílvia.

Eu adoro falar sobre fraude, então eu estava aguardando uma boa conversa, uma vez que a Sílvia também trabalha na área de fraude. E a conversa foi incrível.

Durante nosso bate-papo, Sílvia mencionou que recentemente vinha lendo muito sobre identidade digital. Isso me levou a pensar em como o endereço de e-mail é usado como peça fundamental nas transações online.

O que é identidade digital?

Minha conversa com a Sílvia confirma minha suspeita de que a identidade digital se tornou uma espécie de frase genérica. Na minha função aqui na Emailage, percebemos que é comum que os clientes e prospectos confundam o termo com outros tipos de identidade, geralmente verificados por provedores de pesquisa de dados estáticos.

A definição oficial de identidade digital é definido como o equivalente a identidade real de uma pessoa ou uma entidade, ao ser usado para identificação em conexões ou transações de computadores, telefones celulares ou outros dispositivos pessoais.

Portanto, no meu mundo, a identidade digital é composta pelas informações mais comumente usadas no mundo online para identificar um indivíduo e não deve ser confundida com a típica identidade física. A identidade digital não inclui informações comuns como número de RG, CPF ou aniversário. Em vez disso, a identidade digital é melhor representada por dados dinâmicos que incluem endereço de e-mail, endereço de cobrança ou de envio, IP, número de telefone , entre outros.

É importante separar as ferramentas de verificação de identidade padrão, que confirmam informações físicas ou governamentais, da identidade digital. Sabe por quê? Estes elementos podem ser facilmente expostos.

O e-mail é uma das poucas informações que não pode ser expostas integralmente.

Veja, os dados de identidade padrão são facilmente acessados ​​na Dark Web. Qualquer pessoa mal-intencionada consegue comprar mil identidades em troca de alguns reais. Entretanto, o fraudador não está tentando se passar pelas vítimas necessariamente. E sim, usar o maior número de informações possíveis para realizar transações fraudulentas.

Por exemplo, se um fraudador roubar as informações e o endereço do meu cartão de crédito, ele ainda não poderá usar minha conta de e-mail. Ou seja, é fato, o elemento autenticador ele não terá, que é o e-mail.

O fraudador dificilmente tentará invadir o meu e-mail (o que pode ser muito complexo e difícil), ele iorá para o caminho mais fácil e simplesmente criará um endereço de e-mail que pareça ser meu.

Isso está de acordo com o que a Emailage vem fazendo nos últimos sete anos, colocando o e-mail no centro da prevenção de fraudes online. Mesmo que todas as outras informações sejam legítimas, é quase impossível fraudar o endereço de e-mail.

Sem mencionar que cada email é 100% único e só o real dono tem acesso a ele. É por isso que nos referimos ao endereço de e-mail como um identificador global exclusivo. As pessoas possuem diferentes dados, como números de RG e de CPF e, em outros países, ID ou Social Security Number, mas nenhum deles tem uma sintaxe padronizada mundialmente e, na maior parte do tempo, eles podem ser facilmente hackeados ou roubados.

O endereço de email é o passaporte online

Quase todas as interações na internet, seja o login no iTunes, sua conta do Google ou de seu banco, exigem que você apresente seu endereço de e-mail. Esse é provavelmente o primeiro dado obrigatório no mundo digital.

Nós da Emailage, analisamos os detalhes por trás de cada endereço de e-mail. Analisamos a idade do e-mail, quantas interações houveram com esse e-mail, se ele está ligado ou não a uma conta de redes sociais, o nome vinculado ao dono do e-mail, até mesmo o cargo na sua empresa conseguimos trazer. Outras informações impressionantemente úteis como de onde se originou o IP de acesso deste e-mail. O IP é muito poderoso. Com ele, conseguimos validar o seu comportamento na nossa rede global e entender, por exemplo, se está associado a outros e-mails analisados em um curto espaço de duas horas.

Por outro lado um caso suspeito como, um endereço de e-mail específico que foi usado para comprar ingressos para shows, abrir novas contas, e ter sido usado para fazer compras online. Se este caso é apresentado a nós, conseguimos chegar a conclusão que este email na verdade foi criado há vários anos e que nenhuma fraude está associada a ele. Nossa solução fornecerá uma pontuação indicando que essa identidade é de uma pessoa realmente confiável. Da mesma forma, podemos ajudar a detectar qualquer atividade fraudulenta em potencial o mais rápido possível.

Não existe solução infalível para evitar fraudes. A ameaça constante de fraude online exige uma abordagem sofisticada para prever e avaliar riscos. Todos nós devemos estar vigilantes e trabalhar juntos.

Eu convido você a me seguir no LinkedIn

Conheça mais sobre nossa solução solicitando uma demonstração do nosso produto clicando aqui.